Categorias

Como é Produzido o etanol?
Publicada por Assessoria de Imprensa 31/08/2018

Como é produzido o Etanol?

Como é Produzido o etanol?

O etanol combustível é produzido em usinas que aliam tecnologia e desenvolvimento sustentável
Foto produção etanol – Usina São Manoel – Ricardo Teles 2

Muito utilizado como combustível para veículos, o etanol, popularmente chamado de álcool, serve também para a fabricação de produtos farmacêuticos, cosméticos e bebidas. O modo como é produzido o Etanol pode ser realizado de diferentes formas, sendo a mais comum e conhecida: a fermentação de açúcares. Eles, por exemplo sacarose, glucose e frutose, são encontrados em vegetais como milho, beterraba e cana-de-açúcar – essa, a principal matéria-prima do etanol no Brasil.

“De modo geral, o processo de fermentação da cana se divide em três etapas principais: a extração e disponibilização dos açúcares, a fermentação do mosto e a destilação do produto fermentado, chamado de vinho”, resume o consultor técnico para Especificação e Qualidade da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), José Luís Godoy.
Os outros processos de produção do etanol consistem em sínteses orgânicas, realizadas em laboratório: a hidratação de uma substância chamada eteno (ou etileno) e a redução do acetaldeído.

 

Processo de produção do etanol: do campo ao produto final

 

Depois de colhida, a cana-de-açúcar deve ser entregue à usina em até 24 horas, para evitar a perda de qualidade. Após a chegada, ela segue o seguinte processo:

Pura, é colocada sobre uma esteira, onde recebe lavagem para a retirada de resíduos e impurezas. Dali segue para a moagem.
Na segunda fase, ao passar por rolos trituradores ou difusores, obtém-se o caldo chamado melado. A sobra sólida, denominada bagaço, é utilizada para a geração de bioeletricidade, que abastece a própria usina e a torna autossuficiente.
O caldo segue para o processo de clarificação em decantadores até formar o mosto, que depois é fermentado com leveduras. O líquido, que contém uma porcentagem de etanol, recebe a denominação de vinho fermentado.

Na etapa seguinte, esse vinho é colocado em colunas de destilação, onde ele é separado do etanol, resultando no etanol hidratado. (Para se obter o etanol anidro, que é misturado à gasolina em uma proporção de 27%, é preciso mais uma etapa de desidratação ou remoção de água).
O etanol pronto é armazenado em tanques de grande capacidade até a comercialização.

 

Etanol de segunda geração

 

Além do melado, outras fontes provenientes da cana-de-açúcar para a produção do etanol são o bagaço e a palha do vegetal. Nesse caso, o produto ganha a denominação de etanol de segunda geração (EG2) ou etanol celulósico. Ele tem sido bastante estudado no Brasil como alternativa para aumentar o potencial produtivo da planta, sem a necessidade de ampliar sua área de cultivo.

“Na produção do etanol de primeira geração, os açúcares a serem fermentados estão disponíveis na cana-de-açúcar na forma de mono e dissacarídeos (glucose, frutose e sacarose). Já para o de segunda geração, os açúcares são obtidos a partir de uma ampla gama de biomassa – no caso da cana, a palha e o bagaço –, que passa por um processo chamado hidrólise da celulose”, explica Godoy.

Leia também: Funcionamento de uma usina de cana-de-açúcar

Últimas notícias

14/11/2019
Como o açúcar chegou ao Brasil
O açúcar nasceu na Ásia no século 5, atravessou continentes, já foi artigo de luxo na Europa e chegou ao Brasil no século 16, onde,... ver mais
15/10/2019
Etanol: consumo aquecido e produção recorde
A demanda por etanol hidratado segue aquecida neste Ano Safra 2019/2020, que teve início em abril, motivada pelo preço do combustível, que está mais atrativo... ver mais
27/09/2019
Mais qualidade de vida com o uso do etanol
Em 19 de setembro, o Brasil comemorou 40 anos da assinatura do Protocolo entre o Governo Federal e a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos... ver mais
04/09/2019
Energia de valor: vida longa ao etanol!
“Hoje, o etanol tem seu valor reconhecido e deve permanecer em nossa matriz energética por um bom tempo, já que é uma energia absolutamente limpa... ver mais
19/08/2019
O caminho do açúcar: o produto chega ao cliente
Encerramos a série de três reportagens sobre a trajetória do açúcar falando um pouco mais sobre o cliente? Após criteriosos processos de produção e logística,... ver mais
05/08/2019
O caminho do açúcar: logística conecta o campo ao mundo
Na segunda reportagem da série especial sobre o caminho que o açúcar percorre desde que deixa o campo até ganhar o mundo, abordaremos a comercialização... ver mais
24/07/2019
Do campo ao consumidor: o caminho do nosso açúcar
O caminho percorrido pelo mais doce dos insumos, desde o canavial até o cliente, é mais complexo do que parece. É por isso que vamos... ver mais
27/06/2019
RenovaBio: menos poluentes, mais investimentos para o setor agrícola
Aumento de demanda por biocombustíveis deve aumentar produtividade agrícola e atrair mais investimentos para setor de etanol ver mais