Copersucar encerra safra 23/24 com recorde de moagem e crescimento nos volumes comercializados

20/06/2024

Principais destaques da safra 2023/24

  • Usinas associadas moeram mais de 110 milhões de toneladas de cana registrando crescimento de 23% vs. a safra anterior; moagem do setor no Centro-Sul cresceu 19%
  • Foram comercializados 13 milhões de toneladas de açúcar e 17 bilhões de litros de etanol
  • Copersucar e Evolua Etanol, além de duas usinas, foram certificadas para a comercialização de etanol destinado à fabricação de SAF
  • A base de volumes de fornecimento exclusivo de etanol por destilarias americanas à Eco-Energy foi ampliada em 55%
  • A empresa também iniciou a construção de um novo terminal de diesel renovável nos EUA
  • Impacto sustentável do ecossistema:
    • Geração de 8.000 GWh de energia elétrica renovável por ano, equivalente ao consumo anual de uma cidade do tamanho de Paris
    • Volume de etanol comercializado evitou a emissão de 36,7 milhões de toneladas de CO2 na safra, volume que se equipara ao consumo anual de 18 milhões de veículos à gasolina em um ano
    • Açúcar comercializado no mundo alimenta aproximadamente 525 milhões de pessoas ao ano, em mais de 70 países
    • Mais de 5 milhões de CBios gerados vs. 4,6 milhões da safra 22/23

 

São Paulo (SP), 19 junho de 2024 – Com a movimentação de 13 milhões de toneladas de açúcar e 17 bilhões de litros de etanol, a Copersucar S.A. concluiu a safra 23/24 reforçando sua liderança na produção sustentável de alimentos, energia renovável e biocombustíveis. Impulsionada por investimentos estratégicos, inovação tecnológica e compromisso com a sustentabilidade, a companhia alcançou marcos significativos, demonstrando sua resiliência em um cenário de mercado desafiador. O volume de moagem das usinas associadas registrou crescimento de 23% se comparado à safra anterior, enquanto a moagem do setor no Centro-Sul cresceu em média 19%.

 

A empresa registrou o quinto maior resultado desde a sua criação, com um lucro líquido de R$ 281 milhões e um EBITDA de R$ 1,1 bilhão, marcando a terceira safra consecutiva com EBITDA acima de R$ 1 bilhão. “Apesar dos recordes em volume, esta safra foi marcada por desafios para o nosso setor com a volatilidade dos preços das commodities e do câmbio, além da alta taxa de juros. Nós da Copersucar conseguimos manter a estabilidade nos resultados operacionais graças ao nosso amplo portfólio de atuação, nosso modelo de aquisição e venda a preços de mercado, ao avanço em negócios estruturais e uma eficiente gestão de riscos”, explica Tomás Manzano, presidente da Copersucar.

 

Portfólio e Investimentos

Um destaque da safra 23/24 foi a entrada da Copersucar no mercado de energia elétrica renovável por meio da aquisição de 50% da NewCom, comercializadora focada no mercado livre do Grupo Comerc. Com 90 clientes em sua carteira e uma receita de R$ 431 milhões em 2023, a nova empresa emerge como uma força de destaque no setor sucroenergético. “Por meio dessa parceria, ampliamos o nosso portfólio de negócios para um mercado de grandes oportunidades, mais dinâmico e competitivo, e que está redefinindo as relações entre consumidores e fornecedores de energia”, comenta Manzano.

Em 2023, a Copersucar, a Evolua Etanol e duas usinas foram certificadas para a comercialização de etanol destinado à fabricação de SAF (combustível sustentável de aviação) e agora segue o processo para certificação das demais usinas.

Durante a safra 23/24, a empresa investiu R$ 126 milhões na otimização e manutenção de sua rede logística e no avanço estratégico da Eco-Energy, sendo o principal destaque a construção de um novo terminal nos Estados Unidos para diesel renovável. Com foco na ampliação da escala no mercado norte-americano, a base de fornecimento exclusivo de etanol cresceu 55%.

Visando eficiência de alocação de capital, a empresa vendeu a sua participação na Opla Logística, mantendo acesso ao sistema da empresa por meio de contratos operacionais de longo prazo.

Ecossistema Copersucar

O ecossistema de negócios Copersucar gerou 8.000 GWh de energia elétrica renovável, equivalente ao consumo de uma cidade do tamanho de Paris, e atendeu clientes em mais de 70 países, contribuindo para a alimentação de cerca de 525 milhões de pessoas. Presente em 337 municípios do Brasil, as operações da companhia geram mais de 190 mil empregos diretos e indiretos. “Essa abrangência não só demonstra a nossa importância global, mas também nosso compromisso contínuo com a sustentabilidade e o desenvolvimento econômico”, comenta Manzano.

Destaca-se ainda que o volume de etanol comercializado na safra 23/24 contribuiu para evitar a emissão de aproximadamente 37 milhões de toneladas de CO2, o que pode ser comparado ao volume gerado por 18 milhões de veículos à gasolina em um ano. No Programa Renovabio, as usinas associadas Copersucar geraram 5 milhões de CBios equivalentes a 5 milhões de toneladas de CO2 evitadas.

A Copersucar teve papel relevante na formação do Acordo de Cooperação Mobilidade de Baixo Carbono para o Brasil (MBCB), que reúne diversos representantes da cadeia da mobilidade com o objetivo de incentivar a descarbonização dos transportes no Brasil, respeitando a neutralidade tecnológica e posicionando o Brasil como protagonista na inovação da mobilidade global.

“Promovemos cada vez mais soluções em escala para energia renovável e alimento natural que impulsionam uma transição energética viável e contribuem para a segurança alimentar mundial. Seguimos com projetos para aproveitar ainda mais os potenciais da cana-de-açúcar do Brasil e do setor sucroenergético como o biogás, o biometano e o SAF, que apresentam enormes oportunidades para a Copersucar, para o setor e para o nosso País”, finaliza Manzano.

 

Sobre a Copersucar 

Organizada como um ecossistema único e integrado de negócios especializados que abrange acesso à produção, logística, armazenagem e comercialização, a Copersucar S.A. oferece soluções em escala de energia renovável e alimento natural que impulsionam a transição energética e contribuem para a segurança alimentar mundial. Líder global na comercialização de açúcar e etanol, a companhia é referência no mercado de etanol, atendendo à demanda brasileira através da Evolua Etanol e o mercado americano por meio da Eco-Energy, onde também comercializa o gás natural. No açúcar, além do mercado doméstico, a companhia atende clientes em mais de 70 países através da Alvean – especializada na originação, comercialização e trading de açúcar, e opera um eficiente sistema logístico de exportação a partir do Brasil.

 

Informações para a imprensa 

Edelman Brasil

Eliane Dalpizol | (11) 96835-4392 | copersucar@edelman.com