Categorias

Usinas investem em cogeração de energia limpa
Publicada por Copersucar 14/10/2021

Usinas investem em cogeração de energia limpa

Usinas investem em cogeração de energia limpa

A biomassa de cana-de-açúcar tem sido cada vez mais aproveitada pelo setor sucroalcooleiro como fonte geradora de energia limpa e renovável. Em junho deste ano, entrou em operação a Maringá Energia, empresa focada na cogeração de energia a partir da queima do bagaço da cana-de-açúcar, resultante do processo produtivo de açúcar e etanol da Usina Jacarezinho, unidade do Grupo Maringá localizada no Paraná e uma das 34 associadas da Copersucar.

A capacidade de produção inicial da Maringá Energia é de 25 MWh de energia elétrica (120 mil MWh anual), sendo 10 MWh para suprir a demanda própria. Os 15 MWh excedentes serão vendidos à subestação da Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel), em Andirá.

A nova empresa confirma a aposta do Grupo Maringá no segmento de produção e comercialização de energia renovável, de forma competitiva, no mercado livre, e reforça o compromisso do grupo com a busca de parâmetros de operação cada vez mais sustentáveis.

Com a capacidade de moagem anual da Usina Jacarezinho superior a 2,5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, o potencial de exportação anual de energia da Maringá Energia é de 120 mil MWh, volume que daria para abastecer uma cidade de 33 mil habitantes de julho a dezembro, sem interrupções.

“Já somos autossustentáveis no consumo energético e vendemos o excedente cogerado”, afirma o diretor de Operações Sucroenergético do Grupo Maringá, Condurme Aizzo. “A expectativa agora é aumentar nossa participação nessa plataforma, ampliando os negócios da venda de energia. Os estudos para exportarmos mais 17 MWh estão avançados, temos bagaço disponível, mas ainda é muito cedo para fazer qualquer previsão”, afirma.

Usina da Pedra

No início da década de 2000, a Usina da Pedra, outra associada da Copersucar, deu início ao seu projeto de cogeração de energia a partir da biomassa de cana-de-açúcar, até então inédito no Brasil, com a implantação da Central Energética Rio Pardo (Cerpa), que entrou em operação em 2003, na cidade paulista de Serrana.

A partir daí, a unidade passou a comercializar a energia excedente à necessária ao seu próprio consumo. Em 2010, firmou parceria com a CPFL Energia, para um projeto que envolveu as três unidades do Grupo Pedra, com implantação de térmicas e de linha de transmissão.

Atualmente, as usinas da Pedra, Buriti e Ipê exportam, juntas, um total de 740 mil MWh de energia.

Usinas sócias

Todas as 34 usinas associadas à Copersucar cogeram energia, das quais, 25 exportam para o Sistema Interligado Nacional (SIN), em volumes maiores ou menores.

O total de energia produzida pelas usinas é de 191.088.673,74 GJ, equivalentes a 53.080,58 GWh. A energia exportada soma 2.864,19 GWh.

+4

Últimas notícias

03/01/2022
Copersucar desenvolve portal para fornecedores
Objetivo da página é concentrar os contatos de prestadores de serviços e transportadoras em um só local. ver mais
17/12/2021
Copersucar apoia projeto de marcenaria do Instituto Tomie Ohtake
Voltado a jovens em situação de vulnerabilidade social, curso tem monitores que se comunicam com alunos surdos na Língua Brasileira de Sinais. ver mais
30/11/2021
Copersucar doa equipamentos de armazenamento de vacinas para cidades da Bahia
Ação faz parte do movimento Unidos pela Vacina, destinado a municípios baianos com necessidades para a infraestrutura vacinal contra a Covid-19. ver mais
14/10/2021
Usinas investem em cogeração de energia limpa
Bagaço da cana-de-açúcar da produção de açúcar e etanol das usinas Jacarezinho e da Pedra, associadas da Copersucar, é utilizado para gerar energia. ver mais
30/09/2021
Copersucar é eleita a Empresa do Ano pelo prêmio Valor 1000
A Copersucar foi reconhecida, nesta quarta-feira (29), como a “Empresa do Ano” durante a 21ª edição do Prêmio Valor 1000. O ranking, homologado pela Escola... ver mais
21/09/2021
Usinas preservam mais de 121 mil hectares de vegetação, equivalente à área da cidade do Rio de Janeiro
A Copersucar, por meio de suas 34 associadas, atua na preservação ambiental, seguindo as melhores práticas produtivas de cana-de-açúcar. ver mais
26/08/2021
Setor sucroalcooleiro investe na redução de Gases de Efeito Estufa
Setor investe em tecnologia e práticas sustentáveis para aumentar a eficiência energética e mitigar a pegada de carbono. ver mais
05/08/2021
Copersucar é protagonista da economia de baixo carbono
Copersucar aumenta faturamento e reduz pegada de carbono. Na Safra 20/21, evitou a emissão de 2,4 milhões de toneladas de CO2eq na atmosfera. ver mais