Categorias

Publicada por Assessoria de Imprensa 19/08/2019

O caminho do açúcar: o produto chega ao cliente

Encerramos a série de três reportagens sobre a trajetória do açúcar falando um pouco mais sobre o cliente? Após criteriosos processos de produção e logística, pautados por qualidade e eficiência, o açúcar já pode ser encaminhado para uma grande variedade de produtos.

O açúcar branco é largamente utilizado na indústria de alimentos para fabricação de itens como balas, bebidas, refrescos em pó e lácteos. Já o açúcar cristal bruto é mais utilizado no mercado industrial na produção de derivados mais específicos, como glutamato monossódico, polióis, ácido cítrico, ácido lático e açúcares líquidos, entre outros.

Segundo o gerente Comercial Açúcar MI, Marcelo Soares, o segmento de bebidas é o maior consumidor: “A maior fatia das vendas de açúcar branco na Copersucar é destinada a produção de refrigerantes, como a Coca-Cola por exemplo, nosso principal cliente nesse setor”, explica. O açúcar enviado para empresas de refrigerante passa por fases de tratamento e refino, que consistem, basicamente, na filtração para retirada de resíduos insolúveis e remoção de cor. Após ser diluído em água previamente tratada e aquecida a aproximadamente 70 °C, a solução é filtrada e tratada com resinas específicas para remoção de cor, formando o chamado xarope simples, que de acordo com as características industriais da fábrica de refrigerantes, pode conter de 54% a 67% de açúcar.

Ao xarope simples é adicionada a fórmula concentrada do sabor pretendido. Os concentrados contém os agentes de sabor, aroma e cor, além de estabilizantes, acidulantes e conservantes, podendo ou não conter suco de fruta conforme o sabor. O resultado é denominado xarope composto, que será diluído em água carbonatada (gaseificada). A diluição do xarope composto reduz a concentração de açúcar na fórmula final para a faixa de 10%. Para maior eficiência da carbonatação, a água tem a temperatura reduzida para próximo a 2 °C. O refrigerante segue, então, para envase e comercialização.

Últimas notícias

14/11/2019
Como o açúcar chegou ao Brasil
O açúcar nasceu na Ásia no século 5, atravessou continentes, já foi artigo de luxo na Europa e chegou ao Brasil no século 16, onde,... ver mais
15/10/2019
Etanol: consumo aquecido e produção recorde
A demanda por etanol hidratado segue aquecida neste Ano Safra 2019/2020, que teve início em abril, motivada pelo preço do combustível, que está mais atrativo... ver mais
27/09/2019
Mais qualidade de vida com o uso do etanol
Em 19 de setembro, o Brasil comemorou 40 anos da assinatura do Protocolo entre o Governo Federal e a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos... ver mais
04/09/2019
Energia de valor: vida longa ao etanol!
“Hoje, o etanol tem seu valor reconhecido e deve permanecer em nossa matriz energética por um bom tempo, já que é uma energia absolutamente limpa... ver mais
19/08/2019
O caminho do açúcar: o produto chega ao cliente
Encerramos a série de três reportagens sobre a trajetória do açúcar falando um pouco mais sobre o cliente? Após criteriosos processos de produção e logística,... ver mais
05/08/2019
O caminho do açúcar: logística conecta o campo ao mundo
Na segunda reportagem da série especial sobre o caminho que o açúcar percorre desde que deixa o campo até ganhar o mundo, abordaremos a comercialização... ver mais
24/07/2019
Do campo ao consumidor: o caminho do nosso açúcar
O caminho percorrido pelo mais doce dos insumos, desde o canavial até o cliente, é mais complexo do que parece. É por isso que vamos... ver mais
27/06/2019
RenovaBio: menos poluentes, mais investimentos para o setor agrícola
Aumento de demanda por biocombustíveis deve aumentar produtividade agrícola e atrair mais investimentos para setor de etanol ver mais