Categorias

Publicada por Assessoria de Imprensa 07/03/2018

Combustíveis renováveis têm novo impulso com o RenovaBio

O RenovaBio foi sancionado e está em fase de regulação

O RenovaBio foi sancionado e vai incentivar a produção nacional de biocombustíveis

O RenovaBio é a nova política de Estado que o Brasil oficializou, em dezembro do ano passado, para cumprir as metas de descarbonização do Acordo de Paris, e incentivar a produção nacional de biocombustíveis, o que dará previsibilidade ao mercado sucroenergético. Em fase de regulamentação pelo Governo Federal, a lei n.º 13.576/2017, publicada no Diário Oficial de 27 de dezembro do ano passado, vai promover ganhos de eficiência energética.

Para a Copersucar, a sanção presidencial do projeto do RenovaBio foi um novo passo. “Os benefícios deste novo marco regulatório serão percebidos por toda a sociedade. Somos defensores do RenovaBio e estamos engajados desde o início do projeto, pois as questões ambiental e de abastecimento pedem decisões políticas consistentes e de longo prazo”, diz Luís Roberto Pogetti, presidente do Conselho de Administração da Copersucar.

Como funciona o RenovaBio?

Para atingir a meta do Acordo de Paris, o Governo Brasileiro está criando um certificado individual para o produtor, o CBIO (Crédito de Descarbonização). O objetivo desse documento é comprovar o quanto cada produtor de biocombustível contribui para a redução na emissão de gases de efeito estufa (GEE). O produtor o emite, tratando-se de um ativo financeiro negociado em Bolsa e gerado no ato de comercialização do biocombustível.

Em paralelo, as distribuidoras de combustíveis terão metas individuais de descarbonização, conforme sua participação no mercado de combustíveis fósseis, e que devem ser cumpridas anualmente por meio de iniciativas que evitem a emissão dos GEE ou por meio da compra do CBIO.

A contribuição para o Acordo de Paris

No Acordo de Paris, o compromisso do Brasil é reduzir as emissões de gases de efeito estufa (com base em dados de 2005) em 37% até 2025, e chegar a 43% até 2030. O compromisso até lá inclui ainda aumentar a participação da bioenergia sustentável na matriz em 18%, restaurar 12 milhões de hectares de florestas e alcançar uma participação estimada de 45% de energias renováveis na matriz energética.

Estima-se que a redução de 847 milhões de toneladas de CO2 com o etanol e o biodiesel é equivalente a 6 bilhões de árvores plantadas. O benefício da previsibilidade, que chega com o Programa, vai permitir o planejamento de adequação e de investimentos para todas as usinas. Já é lei, e está em fase de regulamentação, com prazo de seis meses. O Governo Federal pretende anunciar detalhes ainda neste primeiro semestre e trabalha para que a implantação, prevista para 2020, seja antecipada.

Mais sobre o RenovaBio pode ser encontrado no site da UNICA: http://www.unica.com.br/renovabio

Últimas notícias

11/12/2018
Carro elétrico ou a etanol? A contribuição de cada um para o clima
A busca de alternativas sustentáveis para a mobilidade urbana, diante da necessidade de se reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE), tem sido... ver mais
14/11/2018
Etanol reduz impacto da poluição na saúde
O etanol, biocombustível derivado de cana-de-açúcar melhora a qualidade do ar e da vida de moradores dos grandes centros urbanos ver mais
31/10/2018
Etanol ou gasolina: qual é mais vantajoso?
Afinal, o que vale mais para o bolso do motorista de veículo flex fuel: abastecer com etanol – conhecido popularmente como álcool – ou gasolina?... ver mais
16/10/2018
Etanol: mitos e verdades sobre abastecer com o biocombustível
O ano de 1979 foi marcado pelo lançamento dos primeiros veículos  movidos 100% a etanol, conhecido popularmente como álcool, no Brasil. Anos depois, na década... ver mais
01/10/2018
Copersucar comemora 10 anos como S.A.
Foram muitas as transformações e adaptações às novas configurações de mercado desde a criação da Cooperativa de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Álcool do Estado... ver mais
20/09/2018
Etanol: fonte de benefícios ambientais e sociais
Maior produtor mundial de etanol a partir da cana-de-açúcar, com 27,9 bilhões de litros na Safra 2017/2018, o Brasil é aliado de peso na América... ver mais
06/09/2018
Etanol hidratado e anidro: entenda as diferenças
O consumidor que opta por um combustível renovável e benéfico ao meio ambiente certamente está acostumado a abastecer o seu carro com o etanol hidratado,... ver mais
31/08/2018
Como é produzido o Etanol?
O etanol combustível é produzido em usinas que aliam tecnologia e desenvolvimento sustentável Foto produção etanol – Usina São Manoel – Ricardo Teles 2 Muito... ver mais
31/07/2018
Saiba como é o funcionamento de uma usina de cana-de-açúcar
Maior produtor de cana-de-açúcar do mundo, o Brasil conta com mais de 400 usinas de cana-de-açúcar espalhadas pelo país, concentradas principalmente no Centro-Sul e no... ver mais
11/07/2018
Feira do Empreendedor do Programa Conecta apresenta negócios dos alunos
  O Programa Conecta, iniciativa da Copersucar em parceria com o Instituto Crescer, atingiu mais uma etapa de sua missão socioeducativa: promoveu no final do... ver mais
05/06/2018
Estagiários da Copersucar compartilham experiências do programa
Começar a vida profissional na Copersucar foi um desafio recompensador para Aline Evangelista, Vitor Massao Higashi e Vanessa Harumi Hirata. Eles foram três dos dez... ver mais
16/05/2018
Programa de Estágio abre inscrições para segunda edição
A Copersucar está com inscrições abertas para sua segunda turma do Programa de Estágio. Esta nova edição terá mais dez vagas para estudantes de Ensino... ver mais
02/05/2018
Copersucar cria indicadores de performance para Usinas Sócias
A Copersucar deu mais um importante passo em seu papel ao conectar o campo ao mundo com eficiência e qualidade, ao definir, em conjunto com... ver mais
11/04/2018
Vilão é o excesso do consumo, não o açúcar, defende nutricionista
Sophie Deram é nutricionista e autora do livro ‘O peso das dietas’. Foto: Divulgação A nutricionista Sophie Deram atende centenas de clientes em seu consultório, que... ver mais
20/03/2018
Motores flex: 15 anos de benefícios para o consumidor
Desde 2003 os carros no Brasil tem a opção de motor flexfuel para aquisição Neste ano de 2018 o Brasil completa 15 anos de benefícios... ver mais
07/03/2018
Combustíveis renováveis têm novo impulso com o RenovaBio
O RenovaBio é a nova política de Estado que o Brasil oficializou, em dezembro do ano passado, para cumprir as metas de descarbonização do Acordo... ver mais
20/02/2018
Acionistas aprofundam o conhecimento sobre os negócios
Com um modelo de negócio considerado único no setor sucroenergético, a Copersucar tem como um dos elos fundamentais de sua cadeia de valor as 35... ver mais
06/02/2018
Programa Conecta amplia alcance com a chegada a São José do Rio Preto
Formandos da 3ª turma de Santos recebendo o certificado de qualificação profissional em Empreendedorismo e Inovação. Foto: Divulgação/Instituto Crescer   Ação socioeducacional da Copersucar nas... ver mais
20/12/2017
Copersucar avança na criação de uma marca da liderança
Durante todo o ano de 2017, a Copersucar ampliou a formação de sua Marca da Liderança. Foram realizados cerca de 100 horas de treinamentos focados... ver mais
06/12/2017
Proálcool: o momento em que o Brasil começou a valorizar energias renováveis
Petróleo em alta, quase todos os carros do País só utilizam a gasolina, combustíveis sob racionamento e preocupação com a crescente poluição atmosférica. O ano... ver mais
21/11/2017
Formados no Programa Conecta compartilham benefícios e resultados
O Programa Conecta, ação socioeducacional da Copersucar com o Instituto Crescer para jovens de 18 a 30 anos, nas cidades de Paulínia e Santos (ambas... ver mais
08/11/2017
Bons resultados destacam a Copersucar nos principais anuários
Com o ano de 2017 próximo do fim, a Copersucar já pode fazer um balanço de algumas de suas conquistas. Os bons resultados da Safra... ver mais
23/10/2017
Nove anos nutrindo e movendo a vida
Com uma marca de seis décadas, a Copersucar vem ao longo de sua história em constante adaptação às novas configurações do mercado, cada vez mais... ver mais