Categorias

Publicada por Assessoria de Imprensa 01/10/2018

Copersucar comemora 10 anos como S.A.

Pilha de açúcar pronta para a exportação em armazém no Porto de Santos. Foto: Na lata.

 

Foram muitas as transformações e adaptações às novas configurações de mercado desde a criação da Cooperativa de Produtores de Cana-de-Açúcar, Açúcar e Álcool do Estado de São Paulo, em 1959, e nos últimos anos 10 anos, após a criação da Copersucar S.A., em 1º de outubro de 2008. Com um modelo de negócio único, nascia a maior empresa do setor sucroenergético do Brasil e uma das maiores exportadoras mundiais de açúcar e etanol.

A última década representou a consolidação da empresa que expandiu sua presença no mercado global, com maior oferta de açúcar e etanol, e fortaleceu sua estrutura logística e participações acionárias. Ao todo, foram R$ 3 bilhões em investimentos, em valores atualizados, tanto na expansão da estrutura logística quanto nas operações internacionais.

 

Importantes conquistas Copersucar

Com a Copersucar S.A., foi feita a aquisição da empresa americana de etanol Eco-Energy, em 2012, e a associação à Cargill, para criar a joint venture Alvean, maior trading de açúcar do mundo, em 2014. Foram movimentos audaciosos da Companhia para a conquista de maior relevância e robustez no mercado global.

Mais recentemente, neste ano, oficializou a criação de mais uma joint venture, com a BP Biocombustíveis, otimizando, assim, o terminal de Paulínia (SP). “Em toda essa trajetória, contamos com o suporte dos nossos acionistas e conselheiros”, afirma o presidente executivo, Paulo Roberto de Souza.

 

Sustentabilidade e Compromisso Social

Na última década, a Companhia também reforçou o seu papel como promotora de um mundo mais sustentável. Além de comercializar o etanol, alternativa de energia veicular mais limpa e renovável, foi defensora do Acordo de Paris (COP21), aprovado em 2015, e que prevê ações para reduzir as emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE). Além disso, a Copersucar, atenta ao seu papel social, desenvolve o Programa Conecta, que atua na profissionalização de jovens, beneficiando diretamente centenas de pessoas nas comunidades onde está inserida.

Tags: , , , ,
1+

Últimas notícias

31/03/2020
Usina Caçu: primeira flex certificada no RenovaBio
A versatilidade é uma característica que aparece em vários setores do mercado brasileiro. A Usina Caçu, em Vicentinópolis (GO), é um exemplo. No dia 13... ver mais
26/03/2020
Copersucar e usinas associadas doam álcool 70% para combate ao coronavírus
Como forma de apoiar o combate ao novo coronavírus (COVID -19), a Copersucar e suas usinas sócias dedicaram parte da sua estrutura para a produção... ver mais
12/03/2020
Copersucar quer escriturar seus CBios
Um passo importante para o avanço da Copersucar no Programa RenovaBio foi dado nesta quarta-feira (11), com a assinatura de um contrato simbólico com o... ver mais
03/03/2020
Etanol: a logística de distribuição do biocombustível de cana-de-açúcar
Na reportagem anterior, mostramos o processo de produção do etanol; agora, iremos apresentar a sofisticada logística de distribuição do biocombustível de cana-de-açúcar para abastecer os... ver mais
13/02/2020
Etanol: a transformação da cana-de-açúcar em combustível
Nesta reportagem, você irá conhecer o processo de produção do etanol, desde a lavoura até a transformação da cana-de-açúcar no biocombustível, que, hoje, faz do... ver mais
31/01/2020
A história do Porto de Santos começa com o açúcar
O Porto de Santos, até hoje o maior polo marítimo exportador de açúcar do país, foi criado para escoar a produção de açúcar, no início... ver mais
23/01/2020
Engenho dos Erasmos: marco histórico aberto a visitas guiadas
Na quarta reportagem da série sobre a história do açúcar no Brasil, você irá conhecer um pouco mais sobre a importância do Engenho dos Erasmos... ver mais
09/01/2020
A civilização do açúcar: características singulares estruturam as políticas no Brasil
Aqui continuamos a série sobre a história do açúcar no Brasil (leia as reportagens anteriores acessando os links no fim do texto). No Nordeste, a... ver mais