Categorias

Publicada por Copersucar 14/11/2018

Etanol reduz impacto da poluição na saúde

“Se eu tivesse o poder de substituir o diesel de todos os veículos, não pensaria duas vezes e investiria em etanol.” A afirmação é do médico patologista e especialista em poluição atmosférica, Paulo Saldiva, que dirige o Instituto de Estudos Avançados (IEA) da Universidade de São Paulo (USP).

Segundo o pesquisador, um em cada dez infartos na capital paulista está ligado à poluição do ar, o que resulta em 4 mil mortes prematuras por ano. Os efeitos do ar poluído respondem por 12% das internações respiratórias, sendo o setor de transportes responsável por 14% das GEE (Gases de efeito estufa).

Quem convive com o tráfego das metrópoles inala partículas tóxicas expelidas pelos veículos movidos a diesel e a gasolina que ficam suspensas no ar. Estudo do Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) aponta que, só na cidade de São Paulo, os carros representam 73% dos gases poluentes presentes na atmosfera.

De acordo com um estudo de 2013, conduzido por Saldiva para a USP, se os veículos da capital consumissem apenas gasolina, o custo anual para o Sistema Único de Saúde (SUS) seria de, no mínimo, R$ 380 milhões apenas para os cuidados relacionados com doenças do sistema respiratório.

 

Etanol reduz poluição em 50%

É fato que a substituição de combustíveis fósseis por energia limpa tem o potencial para reduzir a poluição nos grandes centros, já que os carros movidos a biocombustível emitem bem menos CO2 (dióxido de carbono) do que os motores a diesel ou a gasolina.

Em outra pesquisa da USP citada por Saldiva, para os próximos 12 anos, o etanol sozinho proporcionaria uma redução adicional de emissões estimadas em 571 milhões de toneladas de CO2. Para a saúde, isso evitaria 11 mil internações e quase 7 mil mortes no período. Segundo o estudo, haveria uma economia de até US$ 23 milhões para o SUS.

Por ser uma fonte limpa, o etanol – popularmente conhecido como álcool – contribui para manter a qualidade do ar, inclusive, no tipo de segunda geração (E2G), obtido por meio de biomassa, como a palha e o bagaço da cana-de-açúcar. Para Saldiva, se a cidade trocasse os combustíveis fósseis da frota veicular por etanol, a poluição cairia 50%. “Melhor ainda se essa resolução fosse aliada a um macroprojeto de mobilidade urbana”, defende o pesquisador.

+1

Últimas notícias

06/04/2021
Bioenergy from Sugarcane: o potencial do setor sucroenergético brasileiro
Lançado em 19 de março, com apoio da Ourofino Agrociência, o livro Bioenergy from Sugarcane apresenta ao mundo o potencial sustentável do setor sucroenergético brasileiro,... ver mais
22/03/2021
Mercado de CBios avança e deve crescer ainda mais em 2021
Preocupado com as mudanças climáticas, o mundo caminha a passos largos para uma economia de baixo carbono. Nesse cenário, o mercado de Créditos de Descarbonização... ver mais
08/03/2021
Copersucar e Instituto Crescer formam jovens empreendedores
A Copersucar e o Instituto Crescer desenvolvem nas cidades paulistas de Santos, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto o Programa Conecta, que oferece à... ver mais
05/03/2021
Copersucar promove live com especialista para reforçar orientações sobre a Covid-19
Após um ano do início das ações de combate ao coronavírus, a Copersucar convidou o médico e responsável pela área de Medical Affairs da Bayer para... ver mais
18/02/2021
As aplicações comerciais dos diferentes tipos de açúcar
Você sabia que rações animais, drágeas de medicamentos e aquele fluido utilizado para realçar a cor preta no pneu do carro contêm açúcar? Além de... ver mais
03/02/2021
Açúcar ou etanol: usinas decidem o que produzir
Quem acompanha o noticiário já percebeu que os mercados de açúcar e etanol são bastante dinâmicos. Ora está mais favorável a um, ora a outro.... ver mais
20/01/2021
Atualizado, Canal Ético ganha atendimento bilíngue
A Copersucar reformulou o seu Canal Ético e agora disponibiliza atendimento também em inglês, com a nova gestão da ferramenta pela ICTS. “Temos escritórios na... ver mais
22/12/2020
Ano de transformações
Em um ano tão desafiador como 2020, fica claro a importância do coletivo, pois foi a dedicação de nosso time e a parceria de toda... ver mais